Vacina MMR para Adultos

https://pxhere.com/pt/photo/1375161

Vacina MMR (Tríplice Viral) contra Sarampo, Caxumba e Rubéola

A vacina tríplice viral, ou MMR, é uma vacina de vírus vivo atenuado, que associa 3 linhagens de vírus atenuado, o do sarampo, da rubéola e da caxumba.

O sarampo manifesta-se por febre, conjuntivite e lesões avermelhadas pelo corpo, podendo evoluir de forma grave, com diarréia, infecção do ouvido médio ou broncopneumonia. Alguns casos podem evoluir anos depois da infecção com doença neurológica degenerativa.

http://www.conciergecare.com.br/2018/07/sarampo/

A rubéola também é uma doença exantematosa, caracterizada por febre baixa, manchas vermelhas pelo corpo, pode ter dores articulares, prurido e linfonodos aumentados sobretudo atrás da orelha ou na região occipital. Mas a principal preocupação em relação a rubéola é a ocorrência de anomalias congênitas em recém nascidos de gestantes infectadas. Estas anomalias podem ser de natureza auditiva, cardíaca e neurológica, levando a sequelas graves e irreversíveis. O objetivo principal do programa de imunização da rubéola é a prevenção da Síndrome de Rubéola Congênita.

A caxumba “clássica” se caracteriza por uma parotidite bilateral ou (menos comum) unilateral, mas a maioria dos pacientes terá somente febre ou sintomas respiratórios. A caxumba em adultos pode complicar com inflamação nos testículos e há uma grande preocupação com a fertilidade, mas as sequelas não são frequentes. Até 5% dos pacientes podem apresentar meningite asséptica mas em crianças ou indivíduos debilitados pode haver sequelas neurológicas. 

A vacina combinada tríplice viral amplia a resposta vacinal a cada um dos vírus inoculados, além de conferir tripla proteção com uma única administração.

O calendário infantil recomenda utilização de duas doses da vacina, acima de 1 ano de idade, com intervalo mínimo de um mês entre elas. Entretanto a vacina tríplice viral só foi incorporado ao calendário vacinal infantil do Ministério da Saúde em 1995, de forma que nascidos antes desta data podem não ter recebido a imunização tripla.

Adultos nascidos antes de 1994, que não tenham documentação de imunização ou de ter tido infecção pelos três vírus, devem receber pelo menos 2 doses da vacina MMR, com pelo menos 1 mês de intervalo entre as doses.

Para adultos que já tenham sido imunizados com esquema completo, não há evidências que justifiquem uma terceira dose, exceto em situações de surto de um destes vírus.

Esta vacina é contra-indicada GESTANTES e em pacientes com uma imunossupressão intensa (como quimioterapia, imunodeficiências primárias ou uso de imunossupressores ou corticóides em doses elevadas). Pelo risco de desenvolvimento de uma forma branda mas ainda assim arriscada da doença nestes grupos.

Além disto, pacientes alérgicos a OVO ou ao antibiótico NEOMICINA devem consultar o médico antes de ir receber a vacina, que tem estes componentes na sua preparação.

Pacientes que utilizam imunobiológicos ou anticorpos monoclnais ou imunoglobulina para tratamento de condições clínicas especiais ou antivirais como aciclovir também devem informar o médico para planejar o melhor momento para receber a vacina.

O uso desta vacina, além de prevenir a doença no vacinado, previne que o vírus se espalhe na comunidade. Assim, pacientes que não podem receber a vacina por questões imunológicas ou alergia, ficam também protegidos.

Nos últimos anos houve uma queda da cobertura vacinal e casos graves de sarampo têm sido observados em pacientes adultos e imunocomprometidos. Podendo ter complicações fatais.

Faça sua parte, atualize seu calendário vacinal.

Estas vacinas estão disponíveis para adultos em Unidades Básicas de Saúde e na Rede Privada de Imunização.

Referências:

www.sbim.org.br

www.cdc.gov